terça-feira, 13 de outubro de 2009

Continuação do TP5

Na unidade anterior, desenvolvemos reflexão a respeito de como a adequação entre texto e a situação sócio-comunicativa permite interpretá-lo como coerente, ou não, de acordo com o conhecimento que temos do assunto, dos interlocutores e dos propósitos comunicativos. Agora vamos analisar os procedimentos lingüísticos que permitem produzir um texto coerente.

A coesão textual tem a função de ligar os termos (palavras) com as ideias, tornando-se responsável pela a articulação dos sentidos de cada parte de um texto ao sentido do todo, podemos dizer que os mecanismos de coesão lingüística transformam ideias e palavras em texto.
Outro aspecto relevante para a coerência textual são as relações lógicas que orientam a leitura e interpretação do texto, essas relações ressaltam a coerência e a coesão como mecanismos essenciais para a interpretação textual.

Os professores cursistas disseram que a unidade 20 do TP5 foi interessante trabalhar, pois engloba uma série de dificuldades encontradas ao trabalhar a produção e interpretação textual, porém ao identificar as relações lógicas de temporalidade e de identidade, como também significados implícitos na leitura, o alunado conseguiu desenvolver “um olhar” mais crítico perante as diversas situações textuais. Para trabalhar as unidades os cursistas escolheram a atividade 22 da página 224, os alunos teriam várias informações, porém precisavam fazer as relações lógicas entre elas, enfatizando a coerência e a importância dos elementos coesivos para uma interpretação mais precisa, objetiva. Também foram enfatizados os significados construídos implicitamente, por isso devem ser compatíveis com os significados do todo e da textualidade. Outra atividade desenvolvida pelos cursistas em sala foi da página 218, são piadas que circulam na internet, atribuídas ao livro – Desordem no Tribunal – em que os alunos analisavam as relações lógicas que estavam sendo desrespeitadas para provocar humor. Os alunos gostaram e pesquisaram mais piadas na internet, pois, além de provocar humor, desenvolve o nosso conhecimento de mundo.

Um comentário:

  1. Maravilha o seu cantinho.
    Na intenção de divulgar o meu trabalho, cheguei até você.
    Gostei muito do seu espaço. Eu não estou podendo ler tudo de uma vez porque a tela do computador atrapalha um pouco a minha visão, mas certamente voltarei mais vezes. O meu oftamologista pediu que desse um tempo da telinha... e eu sou fraca ?
    O meu território já está demarcado.
    Convido a dar uma espiada em "FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER.." ( o seu cantinho de leitura), em:
    http://www.silnunesprof.blogspot.com
    Terei sempre uma história para contar.
    Saudações Florestais !

    ResponderExcluir